Que os anos 80 foi uma época cheia de identidade todos sabem, mas, por alguma razão, grande parte dos clássicos do terror vieram dessa época. Muitos desses filmes acabaram com a ideia desgastada com n continuações, mas os originais assustaram muito e ainda o fazem. Com muito gore e efeitos menos digitais, esses filmem carregavam um clima de agustia e medo que mesmo depois de anos ainda assombram os sonhos.

Em ordem de lançamento entre os clássicos dos 80 anos lembrados até hoje estão:

O Iluminado (1980) 

Dirigida pelo excêntrico diretor Stanley Kubrick e baseado no livro de Stephen King, esse é um dos filmes mais perturbadores já feitos. Cheio de cenas assustadoras, o filmes é repleto de lendas e histórias que incluem brigas entre Kubrick e King e até torturas psicológicas à atriz Shelley Duval.

Sinopse: Jack Torrance se torna caseiro de inverno do isolado Hotel Overlook, nas montanhas do Colorado, na esperança de curar seu bloqueio de escritor. Ele se instala com a esposa Wendy e o filho Danny, que é atormentando por premonições. Jack não consegue escrever e as visões de Danny se tornam mais perturbadoras. O escritor descobre os segredos sombrios do hotel e começa a se transformar em um maníaco homicida, aterrorizando sua família.


Uma Noite Alucinante: A Morte do Demônio (1981)

O título do filme, embora alterado de Evil Dead, é um dos mais icônicos da década de 80. Dirigido por Sam Raimi, a história imortalizou o ator Bruce Campbell, que inclusive fez as continuações do filmes, que o levaram a um tom mais de comédia.

Sinopse: Ashley e um grupo de amigos vão para uma casa na floresta para uma noite de diversão. Lá, encontram um velho livro que, quando lido em voz alta, desperta a morte. Os amigos acabam libertando uma corrente de demônios e agora terão que lutar por suas vidas ou acabarão como um deles.


Poltergeist – O Fenômeno (1982)

Com direção de Tom Hooper e participação de Steven Spilberg, Poltergeist é um dos filmes que mais deram medo nessa época. Da mesma forma que O Iluminado, há uma série de acontecimentos estranhos com os atores incluindo a morte precoce da atriz mirim Heather O’Rourke, que fez os três filmes da franquia e faleceu logo após o terceiro aos 12 anos.

Sinopse: Acontecimentos estranhos e assustadores cercam uma família da Califórnia, quando fantasmas começam a se comunicar com eles através de um aparelho de TV. Os espíritos parecem amigáveis no começo, mas tornam-se ameaçadores inesperadamente quando a filha do casal desaparece. Os pais procuram a ajuda de parapsicólogos e exorcistas para recuperar a menina. 


Christine – O Carro Assassino (1983)

Também adaptado da obra de Stephen King, o filme tem uma premissa tão excêntrica quanto os anos 80 e foi dirigido pelo famoso diretor John Carpenter.

Sinopse: Arnie Cunningham compra um Plymouth Fury 1958, que ele chama de Christine. Arnie desenvolve uma obsessão doentia pelo carro para o desespero de seu amigo atleta Dennis Guilder. Depois do valentão Buddy Repperton desfigurar Christine, o carro se restaura perfeitamente e começa a matar Buddy e seus amigos. Determinado a acabar com as mortes, Dennis e a namorada de Arnie, Leigh Cabot, decidem destruir Christine.


A Hora do Pesadelo (1984)

Dirigido por Wes Craven, o filme lançou um dos mais icônicos vilões de filme de terror: Freddy Kruger. Mais de 30 anos depois, o personagem ainda é lembrado e usado em games e sequencias.

Sinopse: Freddy Krueger foi queimado vivo e agora está de volta com desejo de vingança. O homem deformado com garras de aço ataca um grupo de adolescentes em seus pesadelos e, para escapar, suas vítimas precisam acordar.


A Volta dos Mortos Vivos (1985)

Um dos grandes sucessos dessa temática nos anos 80, esse filme de Dan O’Bannon gerou várias sequências e ainda é muito cultuado pelos fãs de zumbis, que hoje são quase um gênero.

Sinopse:Frank mostra a seu novo empregado Freddy um experimento militar secreto e acaba liberando um gás que reanima corpos e os transforma em zumbis que se alimentam de carne. A epidemia se espalha e Frank e Freddy tentam sobreviver.


A Hora dos Espanto (1986)

Muito antes dos vampiros brilhantes e bonzinho de crepúsculo, esses seres das trevas perturbaram muitas noites dos adolescentes dos anos 80 com o filme de Tom Holland.

Adolescente viciado em programas de terror acredita que seus novos vizinhos são vampiros disfarçados. Ele pede ajuda a um pretenso caçador de vampiros, que se recusa a ajudá-lo por covardia e por não acreditar na história.


Hellraiser – Renascido do Inferno (1987)

Outro vilão marcante e perturbador é, sem dúvida, Pinhead  de Hellraiser. Poucos sabem, mas o filmes é uma adaptação de um livro do autor Clive Barker, que inclusive assina a direção e roteiro do filme icônico de 1987.

Sinopse: Frank, um pervertido sexual, compra um cubo mágico e abre a porta de uma dimensão cheia de dor e tortura.


O Brinquedo Assassino (1988)

Embora sua imagem tenha sido levada mais ao humor, o boneco assassino Chucky é outro ícone dos filmes de terror. O primeiro filme, dirigido por Tom Holland, trazia um tom mais perturbador e sombrio, que muito assustou.

Sinopse: Uma mulher compra para seu filho um boneco amaldiçoado por um serial killer, que acaba morto dentro uma loja de brinquedos. Antes, ele faz um ritual de vodu com o boneco, que ganha vida e se torna um assassino.


O Cemitério Maldito (1989)

Mais uma das adaptações de Stephen King, O Cemitério Maldito é outro filme só para os mais corajosos dos anos 80. Com a música icônica dos Ramones (Pet Cemitery), o filme dirigido por Mary Lambert é até hoje um dos mais assustadores da década de 80.

Sinopse: uma série de acontecimentos estranhos se inicia após a morte do gato da família Creed. Aos poucos eles percebem que um antigo cemitério, que fica nos fundos da casa, pode ter ligação com esses eventos

Anúncios